O oceano profundo na costa sul da Grécia será o local de testes de campo dos finalistas do Shell Ocean Discovery XPRIZE de US$ 7 milhões

A XPRIZE, líder global em projeto e operação de competições de incentivo com repercussões mundiais, anunciou hoje que as águas profundas ao largo da costa de Kalamata, Grécia, foram escolhidas como o local de teste de campo das equipes finalistas concorrendo ao Shell Ocean Discovery XPRIZE de US$ 7 milhões. Testes em condições reais em águas profundas são uma etapa fundamental na competição global de três anos que desafia as equipes a apresentarem tecnologias marítimas para exploração e descoberta oceânica de alta resolução, rápida e automatizada. Nessa ronda final de testes de campo para o grande prêmio da competição, que começa em novembro e decorre até dezembro, as equipes têm até 24 horas para mapear pelo menos 250 km2 do solo oceânico - uma área aproximadamente três vezes maior do que a área de Paris - a profundidades que alcançam os 4.000 metros - um ambiente escuro, frio e de alta pressão duas vezes mais profundo que o Grand Canyon.

Na costa sul da Grécia, cada equipe lançará e recuperará suas tecnologias subaquáticas autônomas a partir do comando da missão da XPRIZE, em Kalamata. A área da competição tem aproximadamente 500 km2 e inclui inúmeras características subaquáticas. As equipes finalistas têm de lançar a partir da costa, e as entradas devem viajar até o local da competição por água ou ar e, com pouca intervenção humana, mapear pelo menos 50% da área – 250 km2 – a cinco metros de resolução e a profundidades de até 4.000 metros, identificando e gerando imagens de pelo menos dez características arqueológicas, biológicas ou geológicas a qualquer profundidade, tudo em menos de 24 horas.

"Estamos entusiasmados por levar esse XPRIZEàGrécia, um país maravilhoso com uma longa história de avanços científicos e tecnológicos que beneficiaram o mundo", disse Jyotika Virmani, PhD, líder do prêmio e diretora sênior da equipe Planeta e Desenvolvimento da XPRIZE. "As equipes concorrentes do Shell Ocean Discovery XPRIZE estão criando tecnologias revolucionárias projetadas para operar em condições extremas, com o objetivo de mapear rapidamente uma área que ainda não foi mapeada a uma resolução tão alta; estamos oferecendo às equipes um ambiente repleto de mistério e características geológicas que irão oferecer um verdadeiro teste às suas tecnologias."

O Shell Ocean Discovery XPRIZE tem o apoio do Governo da Grécia, inclusive dos Ministérios dos Negócios Estrangeiros, Assuntos Marítimos e Política Insular, Educação, Pesquisa e Assuntos Religiosos, Remessas, e Cultura e Esportes. A equipe operacional também está trabalhando com diversas outras organizações, inclusive o Centro Nacional de Pesquisa Científica Demokritos, Gabinete do Prefeito de Kalamata, Fundo do Porto Municipal de Kalamata, Autoridade do Porto Central/Guarda Costeira Helênica e o Centro Helênico de Investigação Naval para garantir operações orgânicas oferecendo toda a assistência logística. Os organizadores da competição também continuam a trabalhar com Fugro, um líder do setor em mapeamento de oceanos; e Esri, líder global em software de sistemas de informações geográficas (geographic information system, GIS). A XPRIZE também criou uma parceria com a Universidade Singularity, que irá realizar a SingularityU Greece Summit em novembro, onde o Dr. Peter H. Diamandis, fundador e presidente executivo do Conselho da XPRIZE, realizará a sessão de abertura e a Dra. Virmani irá discutir sobre o Shell Ocean Discovery XPRIZE.

"Estamos orgulhosos por Kalamata ter sido escolhida como cidade anfitriã dessa competição internacional e estamos felizes por podermos oferecer a infraestrutura e a logística necessárias para apoiar a demonstração de tecnologias novas e empolgantes", disse Panagiotis Nikas, prefeito de Kalamata. "As águas ao redor de Kalamata oferecem às equipes do Shell Ocean Discovery XPRIZE um cenário subaquático diversificado e único para exploração, e estamos ansiosos por apoiar o trabalho das equipes nessa importante etapa final de testes em condições reais."

No final da competição, um grande prêmio de US$ 4 milhões e um segundo prêmio de US$ 1 milhão serão oferecidos às equipes que receberem as maiores pontuações por demonstrar a mais alta resolução de mapeamento do solo oceânico. Após o final da competição, o mapa do solo oceânico de alta resolução será usado por NCSR-Demokritos, o maior centro de investigação da Grécia, e pelo seu Instituto de Física Nuclear e de Partículas como parte de uma colaboração científica mundial para estabelecer um telescópio Neutrino de próxima geração no Mediterrâneo.

Um segundo local de testes para apoiar o prêmio bônus de US$ 1 milhão da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (National Oceanic and Atmospheric Administration, NOAA) ocorrerá no início de 2019, após a conclusão dos testes para o grande prêmio. Com isso, todas as equipes finalistas do prêmio bônus terão uma oportunidade de testar suas tecnologias e será possível determinar o vencedor do prêmio bônus. Nesse prêmio, as equipes concorrentes precisarão demonstrar que a sua tecnologia pode "detectar" um objeto especificado no oceano rastreando um sinal biológico ou químico até a respectiva fonte.

Para obter as informações mais recentes sobre a estrutura, datas importantes e as equipes finalistas da competição, acesse https://oceandiscovery.xprize.org.

Sobre a XPRIZE

A XPRIZE, uma organização 501(c)(3) sem fins lucrativos, é líder global em criação e implementação de modelos de competição inovadores para solucionar os maiores desafios do mundo. Entre as competições em andamento estão a Lunar XPRIZE, NRG COSIA Carbon XPRIZE de US$ 20 milhões, Global Learning XPRIZE de US$ 15 milhões, ANA Avatar XPRIZE de US$ 10 milhões, Shell Ocean Discovery XPRIZE de US$ 7 milhões, Barbara Bush Foundation Adult Literacy XPRIZE de US$ 7 milhões, IBM Watson AI XPRIZE de US$ 5 milhões e o Water Abundance XPRIZE de US$ 1.75 milhão. Para obter mais informações, acesse www.xprize.org.

Sobre a Shell

Aa empresas Shell têm sido pioneiras em tecnologia há mais de cem anos e já apresentaram muitos "primeiros" transformadores da indústria para entregar a energia que os seus clientes necessitam. Desde 2007, a Shell já investiu mais de US$ 1 bilhão por ano em pesquisa e desenvolvimento. Em 2014, nossas despesas com pesquisa e desenvolvimento foram US$ 1.2 bilhão e o pessoal técnico e de engenharia da Shell incluem mais de 43.000 pessoas.

As empresas Shell operam em mais de 70 países e territórios, com negócios que incluem exploração e produção de petróleo e gás, produção e comercialização de gás natural liquefeito e gás para líquidos, fabricação, comercialização e transporte de produtos petrolíferos e químicos, e projetos de energia renovável. A Royal Dutch Shell plc está registrada na Inglaterra e no País de Gales, tem sua sede em Haia e está listada nas bolsas de valores de Londres, Amsterdã e Nova York. Para mais informações, acesse www.shell.com.

Sobre a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA)

A Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (National Oceanic and Atmospheric Administration, NOAA) é uma agência federal dos EUA com base científica no âmbito do Departamento de Comércio e com responsabilidades regulamentares, operacionais e de serviços de informação e presença em todos os estados e territórios do país. A missão da NOAA é compreender e prever as mudanças no meio ambiente da Terra, das profundezas do oceano àsuperfície do Sol, bem como conservar e gerenciar os recursos marinhos e costeiros. Para obter mais informações, acesse www.noaa.gov.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

XPRIZE

Katherine Schelbert / Eric Desatnik

[email protected] / [email protected]


Fonte: BUSINESS WIRE