Muito utilizada, osmose reversa é solução para purificação da água

A água é indispensável para a produção de uma série de coisas, desde a irrigação do alimento, a confecção de uma peça de roupa ou cosmético, até a fabricação de um medicamento e por isso, se faz presente de forma tão significativa. Porém, essas aplicações exigem determinados parâmetros, possíveis apenas com o devido tratamento. Nesse sentido, uma das maneiras de filtrar a água e torná-la própria para tantos fins é pelo processo de osmose reversa. A indústria cosmética, química e alimentícia são apenas alguns dos segmentos que fazem uso dessa tecnologia sustentável e capaz de resultar um uma água com baixa concentração de sais dissolvidos, de forma rápida e simples.

A osmose reversa é uma modernização do processo de filtragem da água, amplamente utilizado para as mais diferentes atividades. Além de ser rápida, ela não exige o uso de produtos químicos prejudiciais à saúde, uma vez que a tecnologia separa os sólidos dissolvidos, coloides, sólidos suspensos, bactérias, vírus e matéria orgânica presente na água. Uma das possibilidades do uso da osmose reversa é a dessalinização da água do mar, seja para consumo humano ou mesmo para outros processos industriais. A irrigação também é uma das finalidades, já que nessa circunstância a água entrará em contato direto com o alimento a ser consumido posteriormente. Como geralmente a água utilizada para tal atividade é a de rios ou poços, a concentração de sais é muito grande, o que pode ser nocivo às plantações.

Especializada em sistemas de filtragem , a Asstefil explica que o processo de osmose reversa é economicamente viável e que a escolha do filtro ideal varia de acordo com a necessidade. "Independentemente do equipamento utilizado, o importante é zelar por soluções confiáveis que realmente permitam o uso da água pura. Assim, é possível cumprir os requisitos especificados de cada segmento, em especial quando se trata da área da saúde e alimentação", afirma. A empresa ressalta ainda que a aplicação de membranas de osmose reversa garante a obtenção de água com valores de condutividade menores que 10 μS/cm.

Na osmose reversa, a membrana age como uma barreira a todos os sais e moléculas inorgânicas dissolvidas. A operação tem por objetivo inverter o fluxo natural de passagem de água de um meio menos concentrado, para um mais concentrado, por meio de um alto diferencial de pressão. A água resultante desse processo pode ser utilizada na recuperação de águas residuais na indústria, na fabricação de medicamentos e alimentos, e inclusive na área gráfica.

Muito utilizado para médias e grandes tiragens, devida à velocidade com que é feita, a impressão offset também precisa de água que tenha passado por osmose reversa, por exemplo. A redução da necessidade de manutenções, aumentando a vida dos equipamentos não deixa de ser levada em consideração. A alimentação de caldeiras é um ótimo exemplo no que se refere a isso, já que a evaporação da água forma uma crosta nos tubos, o que reduz a transferência de calor. Além de aumentar o consumo de combustível, favorece o risco de explosões, o que é muito perigoso e por isso, a água pura possui enorme contribuição.



Website: https://www.asstefil.com.br/