Blockchain transforma rotina das empresas importadoras e exportadoras

Com diversas possibilidades e vantagens, a blockchain já está sendo utilizada por algumas empresas em seus embarques e transações financeiras. Em um mercado, como o de comércio exterior, em que a atualização e otimização de recursos como tempo, mão de obra e financeiros precisa ser constante, as novas tecnologias são sempre bem recebidas. A blockchain associada a outras tecnologias como Internet of Things, armazenamento em nuvem e Inteligência Artificial, pode oferecer muitas vantagens. Com tamanha eficiência, essa tecnologia tem capacidade para elevar o valor de mercado e tornar o comércio internacional ainda mais competitivo.
Complexo, o setor de comércio exterior pode usar a blockchain como aliada em diversas etapas e operações, registrando todos os dados das ações de importação e exportação de maneira permanente. Apesar de poucas empresas estarem investindo na blockchain, as vantagens demonstram que em um curto prazo, o aumento da aderência irá ocorrer. Reduzir o uso de papel, evitar retrabalho, diminuir erros, cortar custos com agentes intermediários e agilidade nos pagamentos internacionais, são apenas algumas das vantagens dessa tecnologia.

A blockchain, está revolucionando o comércio exterior e a sua principal proposta é simplificar e dar mais segurança as movimentações financeiras internacionais, auxiliando assim o aumento de negociações globais. A blockchain é uma cadeia de armazenamento seguro para homologação de transações realizadas entre duas partes, de forma eficiente e sem a necessidade de intermediários, reduzindo custos e tempo de operação. Diferente das criptomoedas, esta é uma tecnologia que atende uma ampla variedade de mercados, facilitando a troca de informações e acordos.

Eficientes, acessíveis e justas, essas são algumas das principais características das operações realizadas com a blockchain, mas o que tem despertado a atenção dos gestores é a agilidade. Enquanto uma operação financeira comum pode demorar de dois a cinco dias, as operações com criptomoedas são realizadas de imediato, assim as empresas economizam tempo e evitam burocracia.

Operações contratuais, logísticas, aduaneiras e financeiras entre exportador e importador são atividades do comércio exterior que podem ser simplificadas com a blockchain. De acordo com a Asia Shipping , multinacional integradora de transportes, com o grande volume de operações internacionais realizadas diariamente no Brasil, uma série de intermediários se torna necessária para a realização de todas etapas. "Com a blockchain, alcançar os resultados esperados é fácil e torna possível reduzir o número de intermediários e erros, o que evita os desperdícios de tempo e recurso", explica.



Website: http://www.asgroup-portal.com/pt