Curso grava executivos fazendo apresentações de alto impacto

“"A utilização da filmagem em sala de aula é uma ferramenta poderosa, pois nada espelha melhor o resultado da apresentação do que a lente da câmera"”

Em junho passado, a Universidade Mackenzie realizou a primeira turma do Curso de Extensão Conduzindo Apresentações de Alto Impacto, onde gestores, executivos e profissionais aprenderam técnicas para falar em público, desenvolveram habilidades para conduzir reuniões e palestras, e também aprofundaram seu autoconhecimento em relação a sua persona como apresentador. O aprendizado, com base no método “aprender fazendo”, foi feito por meio de uma metodologia mesclada e inovadora que incluiu simulações, gravações em vídeo e feedback de especialistas.

Por meio desta metodologia, é possível não só capacitar e treinar os participantes para fazer apresentações engajadoras e de alto impacto, mas principalmente fornecer estratégias para as pessoas lidarem eficazmente com a ansiedade e o medo que costumam tomar conta na hora de falar em público. A constatação é do professor de administração Marco Aurélio Morsch, do Centro de Ciências Sociais e Aplicadas da Universidade Mackenzie, em São Paulo. Segundo Morsch, que também é fundador da Morsch Consulting, uma das situações mais estressantes enfrentadas pela civilização humana é a apresentação em público.

“Não é à toa que muitos palestrantes tarimbados e diretores corporativos experientes ainda sentem uma dorzinha de barriga ou ficam com a boca seca antes de uma apresentação importante frente a uma grande plateia”, explica Morsch, que é o coordenador técnico do Curso de Extensão que terá nova edição nos dias 25/11, 02 e 09/12. Saiba mais em: Conduzindo Apresentações de Alto Impacto

Medo de falar em público é maior que o medo da morte, diz estudo americano

Uma conhecida pesquisa realizada em 1973, publicada no jornal londrino Sunday Times, e frequentemente comentada em manuais universitários de comunicação, descobriu que o medo de falar em público é considerado o mais forte entre os humanos, superando até o medo da morte, o medo de altura, o medo de problemas financeiros, de doenças e de águas profundas.

Outra pesquisa feita pela especialista norte-americana Darlene Price, autora do livro “Well Said: presentations and conversations that get results” relata que centenas de gestores afirmaram que um dos seus três maiores desafios como executivos é conduzir apresentações persuasivas e que gerem resultados.

Com mais de 25 anos de experiência em treinamento e palestras, Morsch registra que a causa dessa dificuldade se encontra nas atitudes do apresentador, sobretudo na pouca preparação e no baixo autocontrole emocional. "Muitos são tomados pela ansiedade e insegurança principalmente quando precisam vender um projeto para a diretoria ou apresentar resultados (ainda mais se não são positivos) ou precisam conquistar um cliente e fechar um novo negócio importante" afirma o professor.

O curso, que tem como objetivo capacitar os participantes para prepararem e realizarem apresentações claras, objetivas e impactantes, por meio de técnicas instrumentais, simulações e estratégias de autoconhecimento, será ministrado por dois especialistas no tema: a professora Luzia Esgolmin, mestre em administração de empresas, palestrante e consultora de gestão e negócios, que atua como master trainer há mais de 15 anos e o professor Fernando Berlezzi, que é mestre em educação, arte e história da cultura e é produtor de cursos de EAD e programas para a TV Mackenzie.

O programa é dirigido a gestores, líderes, empreendedores, profissionais de organizações públicas ou privadas, professores e tutores de EAD, alunos de graduação e pós-graduação que buscam aprimorar técnicas de apresentação em público e provocar alto impacto em suas apresentações.

A lente da câmera como ferramenta de feedback

Entre os diferenciais do curso, o destaque é que os alunos irão vivenciar apresentações durante as aulas que serão filmadas pelos mediadores e depois assistidas pelos próprios alunos. Eles poderão visualizar como se saíram. Simultaneamente, os professores comentarão os aspectos positivos e os pontos a desenvolver, permitindo ao apresentador ter uma avaliação e feedback instantâneo e específico para melhorar o seu desempenho.

Para o professor Morsch, “a metodologia utilizada promove uma integração contínua entre teoria e prática, permitindo aos alunos receberem conhecimentos e técnicas consagradas de apresentações em público e instantaneamente aplicá-las em um ambiente que simula a realidade. O modelo funciona como um laboratório vivencial onde o aprendizado acelerado, a estruturação da dinâmica de apresentações e feedback, com apoio de dispositivos digitais e vídeo fazem toda a diferença”.

Segundo a professora Luzia Esgolmin: “entre os resultados esperados, o participante deverá obter ao final do curso os seguintes benefícios:

  • Conhecer e aplicar técnicas eficazes de condução de apresentações
  • Aprender a inspirar pessoas e engajá-las por meio de storytelling
  • Controlar a sua ansiedade
  • Compreender a importância do feedback para o desenvolvimento como apresentador
  • Explorar sua persona e estilo pessoal para provocar alto impacto
  • Otimizar a utilização da voz e da postura corporal
  • Trocar feedback construtivo para a qualificação e melhoria da prática.

Para o professor Berlezzi, que costuma produzir vídeos para EAD e orientar posturas de professores frente às câmeras, “a utilização da filmagem em sala de aula é uma ferramenta poderosa, pois nada espelha melhor e com tanta clareza o resultado da apresentação do que a lente da câmera: ela potencializa os pontos fortes e destaca para o aluno de forma evidente aonde ele precisa melhorar”.

 

 

 

 



Website: https://br.linkedin.com/in/marcoaureliomorsch