De olho no open banking, Allgoo anuncia Paulo Cacciari como Chief Commercial Officer

Paulo Cacciari acaba de assumir a área comercial e de marketing da Allgoo, fintech especializada na digitalização de instituições financeiras e do varejo, com soluções de inteligência artificial para bancos. O executivo, além de integrar o quadro de sócios investidores, aporta sua experiência em vendas B2B ao mercado financeiro. O objetivo é o fortalecimento de negócios da startup.

A expectativa, de acordo com o CEO da Allgoo, Luiz Claudio Macedo, é que a empresa consolide o processo de profissionalização de suas atividades e tenha uma área comercial, marketing e relacionamento com os clientes de alto nível. “A chegada do Paulo enseja no ponto de virada da empresa para sua expansão e em seu posicionamento de abarcar novos desafios da bancarização do setor de varejo no Brasil,” assinala Macedo.

Paulo Cacciari trabalhou nos últimos sete anos na introdução do conceito de cloud security em grandes empresas e no sistema financeiro nacional. “Hoje em dia é comum ver a solução sendo usada, mas quando começamos este projeto os bancos tinham muitos temores, principalmente quanto à proteção dos dados de seus clientes”, comenta Cacciari. O executivo explica: “quando atingimos nosso objetivo e conquistamos a maior parte do mercado brasileiro eu estava exausto, foram não sei quantas viagens levando executivos de bancos para os Estados Unidos para conhecer a solução a fundo, palestras pelo país, reuniões, negociações, por isso decidi descansar por alguns meses, viajar para estudar novas tecnologias e conhecer melhor outra cultura”.

Esse tempo se transformou em um período sabático na Califórnia com visitas regulares ao Vale do Silício, onde acabou tendo contato com o movimento de open banking e o conceito de bancarização da economia real. Cacciari voltou ao Brasil convicto que sua experiência poderia contribuir com startups. “Vi nas startups a paixão em transformar o mundo que sempre me motivou. Fiz uma rápida passagem pelo Cubo e estava analisando algumas propostas quando conheci o projeto da Allgoo. Foi empatia à primeira vista,” comenta e acrescenta: “Vejo que a Allgoo irá, além de trazer o mundo digital para as empresas do setor financeiro, criar diversas iniciativas no mercado de democratização dos serviços financeiros, mudando todo o panorama deste setor como o conhecemos.”

Ainda segundo Cacciari, a Allgoo é uma empresa que foca na experiência do consumidor, conhece bem as integrações necessárias para colocar um banco digital no ar, e põe todo esse conhecimento à disposição de seus clientes. “Outro aspecto do modelo comercial da Allgoo que considero relevante, é o fato que suas soluções embora sejam customizadas para cada cliente, funcionam como licenças de uso, assim o nosso cliente sabe que estamos sempre engajados com a aderência da solução para suas necessidades, sejam elas oriundas de mudanças de legislação pelos órgãos regulatórios, seja pela mudança de perfil dos consumidores de nossos clientes.”

A proposta da fintech é criar uma experiência digital focada no consumidor possibilitando que empresas tradicionais construam sua presença no mundo digital principalmente quando pretendem distribuir serviços financeiros. Soluções como o robô de investimento baseado em inteligência artificial desenvolvida pela Allgoo chamaram a atenção de Cacciari. “Senti que era o tipo de solução que eu levaria ao mercado com prazer e confiança. Porque esse é uma das minhas crenças mais básicas, só levar aos meus clientes aquilo que tenho convicção que seja realmente um grande benefício para eles” finaliza.

Sobre Paulo Cacciari:
Cacciari é especialista em inovação e transformação digital, em sua carreira forneceu soluções para os setores de publicidade, aeroespacial, automotivo, serviços financeiros e petróleo. Ele foi um dos responsáveis pela introdução de segurança em nuvem para os principais bancos privados brasileiros, empresas de cartão de crédito e e-commerces. Recentemente teve seu ensaio sobre “ataques hackers e proteção aos serviços financeiros” publicado pela EDUC, a editora da PUC-SP.