ARTIGO: Cinco dicas para permanecer funcional durante todo o ano

POR SERGIO AGUDO*

Independentemente de um profissional estar buscando uma mudança de carreira, de empresa ou apenas preocupado em manter o atual emprego, é preciso ter sempre uma coisa em mente: indivíduos que melhoram continuamente suas habilidades para poder acompanhar desenvolvimentos dentro da sua área de atuação terão melhores chances de trajetórias duradouras. Existem muitos fatores envolvidos para que alguém permaneça funcional em nosso contexto atual de rápidos aprimoramentos tecnológicos. Alguns destes fatores estão fora do nosso controle, mas há outros onde é possível se esforçar para garantir empregabilidade.

Por exemplo, aproveitar o tempo livre, qualquer que ele seja, para aprimorar suas habilidades e qualificações tornará muito mais fácil subir os degraus da carreira. Embora habilidades e conhecimentos específicos variem de setor para setor, existem algumas tendências abrangentes que afetarão a maioria dos profissionais.

Desde como colaboramos até a tecnologia empregada, muitos acreditam que o mercado do trabalho será muito diferente dentro de apenas 10 anos. Olhar para essas próximas mudanças e permanecer à frente da curva para aprender sobre elas será essencial para figurar entre os funcionários mais “comercializáveis”, digamos assim. Acompanhar as tendências em seu próprio setor, garantir que suas habilidades permaneçam atualizadas e dar mais valor ao lado humano do trabalho – algo que as máquinas ainda não são capazes de replicar com perfeição – pode ser a melhor maneira de manter suas oportunidades fortes.

APRENDA COMPETÊNCIAS QUE ESTÃO EM ALTA
O primeiro passo para manter suas habilidades em dia é identificar as competências que os empregadores mais valorizam em seu campo de atuação e aprender a aplicá-las na prática. Revise também as principais skills exigidas pelo seu setor, tanto gerais quanto específicas, para estar por dentro das tendências e perspectivas da área, algo que evolui cada vez mais rápido graças ao fluxo de informação e inovação que existe atualmente.

DESENVOLVA SUA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL
Parece banal, mas uma coisa em que as máquinas terão dificuldade será a construção de relacionamentos e a capacidade de criar laços interpessoais reais. Desenvolver a inteligência emocional – ou seja, ter empatia, gerenciar expectativas e frustrações, lidar com a vulnerabilidade, construir conexões fortes com seus colegas de trabalho, clientes e sua rede de contatos – ajudará a mantê-lo em dia com o mercado e com a empresa que paga/pagará seu salário. Escolas e experiência profissional, por exemplo, ensinam às pessoas os aspectos estratégicos de como o trabalho deve ser feito, mas muitas vezes não ensina às pessoas o lado humano dos negócios, muito menos a importância disto.

FAÇA CURSOS ONLINE
O mercado da educação a distância (EaD) está cada vez mais consolidado no Brasil e aceito no meio laboral. Os cursos presenciais têm dia, horário e local para acontecer e quem não consegue cumprir esse cronograma, simplesmente perde o conteúdo. Mas com as capacitações na modalidade, isso é diferente – além de ser mais econômico. Você pode aprender no desktop, laptop, tablet ou smartphone, onde e quando quiser/puder, inclusive em modo offline, caso consiga baixar os conteúdos previamente. A Udemy, maior plataforma de ensino online do mundo, por exemplo, oferece cursos livres em áreas que de tão novas ainda nem são temas de cursos de graduação. Seja para entender mais sobre Inteligência Artificial e Ciência de Dados ou para aprender gestão de produtividade ou o método organizacional Scrum, há sempre uma habilidade a ser aperfeiçoada em plataformas como esta. A tendência é que o mercado de educação a distância continue evoluindo no futuro: de acordo com dados da consultoria Educa Insights, esse modelo de ensino deve corresponder a cerca de 51% do mercado até o ano de 2023.

COLABORE EM NOVAS MANEIRAS
Duas tendências estão convergindo, o que nos forçará a repensar a forma como lidamos com nossos colegas de trabalho: primeiro, empresas estão usando mais freelancers, por isso é importante poder trabalhar de maneira pró-ativa com diferentes equipes. Segundo que os funcionários podem passar mais de um 25% dos dias úteis apenas lendo, escrevendo e respondendo e-mails, sendo que cada vez mais qualquer processo que consuma tempo está com os dias contados. Por isso, tão importante quanto saber ajudar os outros é saber solicitar apoio para certos tipos de projetos, já que a colaboração está em voga e esta característica de abertura, ao mesmo tempo em que a de evitar conflitos internos, é cada vez mais procurada por empregadores.

FAÇA TUDO ISSO DE NOVO
Depois de ter feito alguns dos ou todos os itens desta lista, comece de novo. E depois repita mais uma vez. Manter suas habilidades atualizadas e seu conhecimento em dia são processos contínuos, parte da tendência do “lifelong learning”. A tecnologia está mudando constantemente e suas habilidades precisam manter o mesmo ritmo para que você seja o mais comercializável possível.


*Sergio Agudo é o Country Manager da Udemy para o Brasil, maior marketplace global de ensino e aprendizagem, com mais de 80 mil cursos ministrados e 35 mil instrutores em mais de 50 idiomas. Ele e sua equipe são responsáveis por trazer uma experiência única para estudantes e instrutores de língua portuguesa. Sergio tem desenvolvido o mercado brasileiro na Udemy desde 2015 e, antes disso, trabalhou na Visa, American Express e em startups nos EUA. Ele se formou em Administração de Empresas pela FGV-EAESP e obteve seu MBA na Thunderbird School of Global Management, nos Estados Unidos.