Tecnologia a favor da saúde mental: empresa lança app para prevenção ao suicídio

“"A ideia é construir uma ferramenta capaz de ajudar as pessoas a superarem seus piores momentos."”

A saúde mental é uma preocupação cada vez maior das pessoas. O que antigamente poderia ser visto como "bobeira" ou "frescura" tem sido cada vez mais foco de debate em nossa sociedade, com o mês de setembro sendo completamente dedicado às ações do chamado "Setembro Amarelo", ação que ocorre desde setembro de 2015 em várias localidades do planeta com a identificação do icônico laço amarelo.

Os números mostram a importância de se discutir e tentar prevenir os casos de suicídio: no mundo, uma pessoa tira a própria vida a cada 40 segundos, enquanto no Brasil registram-se 32 mortes por dia, com 17% dos brasileiros declarando que já pensaram em se suicidar. Entre os que chegam a ceifar sua própria vida, a faixa etária mais atingida é de jovens de 15 a 25 anos.

Um público jovem e tecnologicamente engajado, o que levou a desenvolvedora carioca Icon Games (http://www.icongames.com.br/) a pensar em um aplicativo que pudesse ajudar pessoas que passam por esse desolador momento.

Uma boia (digital) de salvação

Liderada pelo analista de sistemas José Lúcio, 43, a empresa acaba de lançar sua campanha de financiamento coletivo do aplicativo "Salva Vidas". Segundo Lúcio, foram estudados diversos cases para que se chegasse ao formato ideal: -"Em muitos dos aplicativos estudados, o uso das cores era incorreto, abusando de tons fortes, principalmente de cores azuis (que em excesso passam a sensação de depressão) e vermelhos (que passam a sensação de urgência, de emergência). Nenhum destes efeitos é desejado ao se lidar com uma pessoa com problemas de saúde mental.".

Lucio ainda destaca que o app pretende atender a todos: -"A ideia é construir uma ferramenta capaz de ajudar as pessoas a superarem seus piores momentos. Para tal, foram estudados diversos aplicativos semelhantes criados por outros países, além de documentos publicados por instituições de valorização da vida pelo mundo, pela OMS e pelo Ministério da Saúde."

"O aplicativo contará também com uma área que listará diversos sites com informações úteis e locais para se obter ajuda, e uma área de informações com textos explicativos sobre o uso do programa. Vale ressaltar, que este aplicativo é apenas uma ferramenta, não sendo de forma alguma um substituto para tratamentos com profissionais da área.", relembra Lucio, reforçando a importância de se buscar ajuda também com profissionais especializados.

Ele garante que o app será gratuito e busca financiamento a partir da plataforma de financiamento Catarse, a partir desse link (https://www.catarse.me/SalvaVidasApp)

Você pode saber mais sobre o "Setembro Amarelo" que visa a valorização da vida, a quebra do estigma envolvendo o tema e a prevenção do suicídio no site oficial (http://www.setembroamarelo.org.br/)



Website: https://www.catarse.me/SalvaVidasApp