Especialistas em blockchain lançam livro sobre criptomoedas no cenário internacional

Os especialistas em blockchain, Tatiana Revoredo e Rodrigo Borges lançam, este mês, a obra “CRIPTOMOEDAS NO CENÁRIO INTERNACIONAL: Qual é a posição de Bancos Centrais, Governos e Autoridades?”, em versão impressa e e-book, em português e inglês, que podem ser adquiridas na Amazom.com e na Amazon Brasil. O livro, que será lançado 10 anos após a publicação do whitepaper do Bitcoin por Satoshi Nakamoto, mostra como as criptomoedas são percebidas no cenário internacional e traz uma breve introdução para inserir o leitor no contexto sobre o que é criptomoeda e a tecnologia blockchain. Além disso, a obra auxilia na compreensão do tema, esclarecendo as diferenças entre moeda digital e moeda eletrônica sob o aspecto legal e econômico.

A versão em português estará disponível em 249 países na Amazon.com e na Amazon Brasil; e a versão em inglês foi lançada em mais de 250 países.

“É um assunto que está impactando a política monetária global, e, como as criptomoedas não têm fronteiras, podem gerar impactos socioeconômicos”, explica Tatiana Revoredo. Para Rodrigo Borges, a obra tem o objetivo de ampliar o conhecimento do público em geral sobre o tema. “Queremos auxiliar a população e reguladores a conhecerem o movimento dos demais países e governos para que possamos aprender com exemplos de fora e definir o melhor caminho a ser adotado aqui no Brasil”, salienta Borges.

Segundo Tatiana, o livro é fruto de pesquisas in loco nos países que vem sendo feita desde o início de 2016, com base em veículos de comunicação locais. “Por conta das discussões sobre o tema, achamos o momento oportuno para o lançamento. O intuito é divulgar um assunto que fará parte da vida das pessoas em breve, vai ganhar escala mundial, e inevitavelmente, será mainstream”, diz.

Borges afirma que tem sido muito procurado por clientes para estruturar projetos com a emissão de tokens/criptomoedas, o que o levou a estudar as diferentes jurisdições para apresentar a melhor para cada cliente. “Assim, o objetivo era ter um guia sobre o posicionamento das diferentes jurisdições”, comenta.

O primeiro capítulo fornece uma visão geral do universo criptográfico. Já o segundo, mostra os principais desafios ao mainstream. O terceiro e quarto capítulos abordam a posição dos bancos centrais, governos e autoridades em relação às criptomoedas. O quinto capítulo, por sua vez, procura responder à seguinte pergunta: é possível regular as criptomoedas?. O capítulo 6 traz as conclusões finais.