Como saber se a sua verba de marketing digital será bem investida

Desde a escolha da agência até a definição do orçamento e análise dos dados, saiba quais são os três pontos cruciais para tomar as melhores decisões na hora de investir em um projeto de marketing digital e não perder dinheiro.

São Paulo - Investir em comunicação e vendas é entrar em um universo repleto de variáveis, apostas e onde a palavra “depende” é ouvida com frequência . A escolha pelo marketing digital, no entanto, serve como um farol nesse mar de incertezas, já que as ações e investimentos são guiados por números e análises de comportamento de consumidores, já testadas anteriormente.

Mesmo assim, para ter certeza de que a verba que você vai aplicar nesse tipo de estratégia será utilizada da melhor forma possível, é preciso estar atento a alguns detalhes que, se negligenciados, podem acabar mascarando o desperdício do dinheiro aplicado e transformando o investimento em custo. Para Marcus Calixto, CEO da Target Mais Publicidade, agência especializada em Marketing Digital e Inbound Marketing e integrante do seleto grupo de agências brasileiras reconhecidas com o selo Google Partner Premier, alguns pontos são essenciais para saber se o seu projeto entrega o máximo que o seu orçamento pode alcançar. “Observar o nível de personalização e atenção no atendimento da agência que vai assumir o seu orçamento, assim como as certificações que a equipe dela acumula e a clareza em que ela entrega os números do projeto é essencial, mas fatores como a análise do ROI, bem como a especialização da equipe responsável pela sua conta são determinantes para que o investimento retorne em crescimento para a empresa”, explica o empresário.

O especialista listou três pontos essenciais para serem observados antes de começar um projeto de marketing digital:

1 - Saiba quanto exatamente você pode (e deve) investir

Para responder essa questão chave é preciso analisar alguns pontos fundamentais, como mercado, produto ou serviço, modelo de negócio, enfim, são algumas variáveis que orientarão o investimento ideal para cada caso. Ainda assim, seguindo a tendência de mercado, dá para considerar que um bom investimento em marketing deve ser entre 3% e 13% do faturamento anual da empresa. Ao final de 2017, a Gartner publicou o seu estudo com os líderes de marketing de mais de 300 empresas no Brasil para entender a verba destinada ao setor e como os CMOs pretendem alocar e priorizar o investimento. Em média eles destinarão 12% da receita de suas empresas para o marketing no próximo ano (aumento de 1% a cada ano desde 2014).

A fatia desse valor que vai para os projetos digitais gira em torno de 50% a 65%, segundo o mesmo estudo. Com esses números, você pode ter uma ideia se o seu investimento está dentro da média da concorrência e se a briga pelo mercado está no mesmo patamar. É importante, no entanto, que o orçamento seja definido sempre respeitando o modelo de negócios, seja b2b ou b2c, por exemplo, e, principalmente, visando atender as metas comerciais e de negócio. Para isso, é importante estar atento ao ROI.

2 - Entenda qual deve ser o ROI do seu investimento

O ROI - ou retorno sobre investimento, em português - é uma métrica usada para calcular e avaliar o retorno obtido com o investimento. Ela revela quanto a organização ganhou ou perdeu em relação à quantia que foi investida. Calcular o ROI em marketing digital, a cada campanha, permite avaliar se o trabalho está servindo realmente para trazer rentabilidade e receitas para a empresa e quais aspectos devem ser melhorados para que o marketing não se torne apenas um custo.

O cálculo do ROI é relativamente simples, basta subtrair o valor investido da receita obtida no período e dividir o resultado pelo valor investido. Exemplo: o investimento foi de 2 mil reais no mês e essa ação gerou 6 mil reais em resultado para o negócio. Se usarmos a fórmula (6 mil menos 2 mil), o resultado será 4 mil reais. Dividindo esse valor pelo que foi investido (2 mil) o resultado será 2. Isso quer dizer que para cada 1 real investido naquela campanha, a empresa teve um retorno de 2 reais. Ou seja, dobrou o investimento.

O ideal é sempre manter esse número acima 1 real por 1 real investido, ou seja, gerando novas receitas e não só pagando por eles mesmos ou ficando no negativo, mas o que vai determinar o quão mais alto esse número pode chegar é a escolha do parceiro escolhido para gerenciar as campanhas.

3 - Escolha um parceiro (e não um fornecedor), capacitado e bem recomendado

Procure uma empresa que te ajude a crescer e não apenas um fornecedor que meramente cumpra o seu papel de produzir. Esse tipo de característica geralmente é refletida nos cases, pois o bom atendimento é percebido no resultado final dos trabalhos. Por isso, sempre peça exemplos de trabalhos anteriores e busque pelos projetos fora da curva, isso é um bom sinal de que a relação foi além do básico.

E para ter completa certeza, busque uma agência que tenha certificações de excelência, como o selo Google Partner Premier, por exemplo, que unifica empresas com iniciativas para capacitar e atualizar seus profissionais de acordo com as boas práticas globais. Através de treinamentos e recursos, os parceiros do Google entendem mais sobre a presença online de seus clientes e contam com o apoio de consultores oficiais, ofertas promocionais e ficam por dentro de pesquisas e tendências do mercado em primeira mão. Ou seja, agências parceiras do Google são mais capacitadas em gestão de campanhas e estratégias digitais.

Sobre a TARGET MAIS

A Target Mais é uma agência especializada em marketing digital para PME’s e integrante do seleto grupo de empresas brasileiras com o selo Google Partner Premier de excelência. Focada em estratégias de Performance e Inbound Marketing, a Target Mais reúne em seu time grandes especialistas do mercado em estratégias de SEO, Performance e Inbound Marketing, tendo atendido mais de 200 marcas em todo o Brasil desde a sua fundação, em 2016.